sexta-feira, junho 15, 2012

BCAP - QUESTIONAMENTO


Nossa! Tão depressa passou! 
E a 4ª fase chegou.
Então, vamos lá!
Penso que assim que abrimos os olhos, 
ao nascer, já iniciamos através do choro  
o exercício do  questionamento.
Choramos em busca pela saciedade, 
pelo  desconforto,  pela dor, 
enfim, nossa única fala consiste no choro, 
porque não estamos satisfeitos. 
Quem questiona é porque ainda lhe falta algo 
para que fique perfeito.



Conforme íamos, crescendo, 
sem a fala ainda, apelávamos pelas birras. 
Com ela nossos questionamentos eram esclarecidos, 
com muita luta ou com umas boas palmadas.




Questionar é uma característica  que impulsiona o ser humano  
na eterna busca do conhecimento e do aprendizado.
Penso que é na carga genética recebida 
que está  a intensidade ou não desse questionamento. 
Há os que muito se questionam 
e há os que não sentem tanta necessidade assim. 
Há os que são do contra; tudo questionam. 
Só fazem, por exemplo, encompridar  uma reunião chata. 
Na minha comunidade há colegas assim,
 que pouco ou nada fazem, não põem as mãos à massa, 
mas tudo questionam  para se mostrarem. 
Senhor, dai-me paciência!
Há, graças a Deus, os grandes seres humanos, 
que por questionarem tanto, 
trouxeram e trazem 
grandes benefícios para a humanidade


Quando criança, sempre me sentia uma estranha no ninho. 
Talvez seja pelo fato de minha mãe ter ficado viúva e eu ter  apenas 8 meses de idade e ela tendo que voltar à casa de sua mãe, tenha me criado de maneira mais severa, com muita rigidez nos valores morais, éticos e religiosos, fez com que eu me tornasse uma pessoa tímida, interiorizada, sempre querendo aprender e na falta de retorno aos meus porquês, mergulhei de cabeça em livros, muita leitura, tanto que eu colecionava e adorava o título: "Você sabia que...?"  
Cresci e encontrei Tony que também ansiava por entender os mistérios da vida e do ser humano.  Isso nos fez muito unidos, pois  conversávamos muito sobre isso. Muito agradeço e louvo a Deus porque hoje e com muita intensidade procuro saciar meus questionamentos na verdadeira fonte; na sua Palavra.
Pronto meninas, com meu agradecimento, aqui está a minha participação em mais uma fase dessa blogagem.
Obrigada mesmo, pois isso me faz muito bem!
Abraço-as afetuosamente e para você que leu:
beijos e um feliz fim de semana!

37 comentários:

disse...

1Lindo relato amiga. Também sou meio assim cheia de questões mas quase sempre me enterro em livros para melhor sabe.
Parabéns pela brilhante BC.
Beijos meus

✿ chica disse...

Expressaste muito bem a vida e os questionamentos desd o nascer, as birras, teimosias e depois as chatices dos que nos fazem perder tempo com questionamentos tantas vezes burros e sem propósito( aliás, propósito há: encher linguiça...).

Adorei, como sempre te ler e ao final falas no companheiro de vida que partilhavam juntos os questionamentos. Legal!! Adorei! beijos,tudo de bom, ótimo fds,chica

Andreia Iunes Ribeiro disse...

Que lindo ...adorei cada palavra me fazendo refletir...e ainda mais olhar para dentro de mim...beijos

Misturação - Ana Karla disse...

Dona MaLu, me surpreendo com suas histórias e escrita.
Fiquei até sem palavras.
Bom final de semana
Xeros

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

Sabe, em algum momento da vida, o ato de não ver, de não comparar, de se permitir , é muitas vezes a grande sacada para enxergar o que realmente importa....


beijo

ValeriaC disse...

Muito lindo o que você escreveu amiga...mostrou um pouquinho mais de ti...também sempre fui muito introspectiva, comecei cedo com uma sede imensa de aprender, saber tudo, e os livros eram meus grandes companheiros, até dicionários e enciclopédias eu lia rsrsr...
Bom final de semana amiga, beijinhos
Valéria

pensandoemfamilia disse...

Interessante seu relato pessoal nos questionamentos e na parceria.
bjs

Calu disse...

Eu me encanto com estas coletivas, Malu.
Nelas encontramos tanta vida traduzida em palavras que alimentam nossa essência, nos trazem lembranças lindas, nos reescrevem na pauta do dia.
Tuas lembranças aferidas nas questões que temos e que somos traçam os desenhos das fases da vida.
Linda participação!
Bjkas,
Calu

Rafaella disse...

O que seriam de nos sem os questionamentos ne???
Nada como pergunta, ler...
Bjão e otimo final de semana

Adri disse...

Maria Luiza, belas e sábias palavras!
"Questionar é uma característica que impulsiona o ser humano
na eterna busca do conhecimento e do aprendizado." - Perfeito! Não podia ter encontrado definição melhor!
Adorei as fotos da sua postagem, destaque para a menininha "birrenta", rs. Um beijo, excelente sua participação :)

Valéria disse...

Oi Maria Luiza!
Gostei muito do seu toque pessoal na participação da blogagem. A vida é puro questionamento, avançamos a partir deles. Também estou lá com os meus.rsss
Beijinhos e um lindo fds!

Regina disse...

Olá Maria Luiza, tudo bem?

Adorei demais esse texto, a vida é assim mesmo, devagar aprendemos.

um beijo carinhoso

Regina Célia

Regina disse...

Olá Maria Luiza, tudo bem?

Adorei demais esse texto, a vida é assim mesmo, devagar aprendemos.

um beijo carinhoso

Regina Célia

Eva Sabbado disse...

Ficou linda demais, amiga, arrasou, é preciso questionar, tremular, para sair da zona de conforto, modificar, transformar e continuar, como mostras bem isso, nas fases que passamos, ficou lindo! bjos amiga, lindo final de semana prá ti,obrigada pelo carinho, no fim não consegui participar mais uma vez, que pena isso, mas não consigo dar conta de tudo.

Virginia Jesus Fassarella disse...

Maria Luiza, a vida é cheia de questionamentos. Linda a sua postagem. Beijos.

Lucinha disse...

Maria Luiza,

Acho que o ser humano vive o tempo inteiro questionando. Isso está impregnado dentro de nós.
Muito legal você ter abordado o assunto das birras, teimosias e até sobre o seu relacionamento com o Tony, que é lindo de saber sempre mais um pouco sobre ele.

Tudo que você escreve serve de ensinamento para todos nós.

Como sempre, sua participação foi perfeita.

Beijos

Anne Lieri disse...

Maria Luisa,eu adorei sua participação!Questionamos mesmo desde que nascemos e isso é que nos torna seres tão especiais,só não podemos ficar parados diante das questões,mas procurar o conhecimento para evoluir1Parabens pelo seu belo texto!bjs e bom sabado!

Esplendor da Criação disse...

Olá Maria.
Adorei tua participação, escreveu muito bem, é bem verdadeiro nossos questionamentos em cada fase da vida! Bjs, Ieda.

Debby disse...

Nossa adorei o seu relato.. e me vi em muito de suas passagens.
Também busquei muitas de minhas respostas em livros.
E esse passeio fantástico que você fez pelas fases da vida..
Adorei
Adorei
Parabéns bjs
Debby :)

Ailime disse...

Olá Maria Luíza,
Soberba esta sua participação!
Que vida preenchida e linda!
A descrição está maravilhosamente documentada pelas fotos.
Beijinhos,
Ailime

Sandra Portugal disse...

Oi Maria Luiza
Estamos juntas na BC Amor aos Pedacos - O que e o amor!
Excelente seu testemunho!
Bj Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

Beth/Lilás disse...

Maria Luiza,
Esta blogagem foi bacana, não participei, mas li de quase todos e a sua foi muito linda, pois além de colocar as várias formas de questionamentos que o ser humano faz na vida, falou também de sua própria vida pessoal, dos questionamentos que junto ao companheiro fizeram e da sabedoria aprendida com tudo isso.
parabéns!
beijos cariocas e bom domingo!

RUTE disse...

Querida Mariz Luiza,
saltei a numeração porque li no blog da Lina que você estava preocupada com o fato de as idealizadoras não estarem comentando.

A Rô está fora numa missão espiritual e só estou eu e a Luma tomando conta da 4ªfase. De qualquer forma, vou comentando devagar pois estou num momento de vida que evito o imediatismo. Quero saborear de vagar e intercalar a blogosfera com minha vida pessoal e profissional. Não tem nada mais. E penso que a Luma está fazendo o mesmo.

O ano passado de querer fazer tudo de enfiada, ganhei uma tendinite no braço direito nas últimas fases da BC Fases da Vida.

Mais ainda, houve pessoas que esqueceram do dia de blogagem e andei deixando lembretes nos blogs em atraso. Tanto que ontem e hoje estão surgindo novas participações.

Agora vamos ao seu magnifico texto:
Gostei muito de encontrar aqui mencionado, algo que não vi antes. O alerta para o questionamento excessivo. E de fato há pessoas que questionam tudo e todos. Muitas vezes nem querem saber da resposta, simplesmente têm o porquê(?) na ponta da lingua a toda a hora.

Também já busquei muitas respostas nos livros, tal como você. Vivo mergulhada em leitura diária. E sou muito grata a grandes pensadores.

Quanto ao seu Tony, você sabe o quanto admiro o vosso amor. É um exemplo para mim. Que amor mais inteiro! Perfeito.
Beijinhos de além-mar.
Rute

casa de fifia disse...

Bom dia Maria
pois è passamos a vida sempre em busca das mesmas coisas amor, conforto,comida.
e quanto ao nome..
pode me chamar como você quizer, atè de largastixa rsrs

bacione

Filha do Rei disse...

É maravilhoso olhar para trás e ver que apesar de tudo, crescemos.
Tenha um lindo domingo.Bjs

Vem da Terra disse...

Bonito texto, nos faz refletir.
Beijo e bom finalzinho de domingo, que sua semana seja radiante!
Marilsa

elvira carvalho disse...

Um texto muito bonito e umas fotos maravilhosa. No conjunto uma ternura de postagem.
Um abraço

Suu Munizz disse...

Oi Maria Luíza,
Questionar nos move,o primeiro passo para sair do lugar é pensar,questionar e em seguida escolhemos por qual caminho seguir.
Uma ótima semana,abraço,=)

Felipa disse...

Questionar é bom, na medida certa. Só questionando podemos encontrar as respostas certas.
Desculpe só hoje vir visitá-la, ando muito ocupada e comento pouco, mas visito sempre os blogues das amigas.
Bj

Toninhobira disse...

Gostei desta sua construção nestes questionamentos pelas transições.Questionar é uma maneira de buscar entender mesmo que as respostas as vezes nos pareçam dificeis ou impossiveis.É do ser.
Parabens amiga.
Uma bela semana a voce.
Abraços.
Bjo.

Dinho disse...

Se não fossem as questões o mundo não se moveria, isso é mesmo verdade. Algumas respostas são tão poderosas que umas pessoas as buscam pelo bem e outras pelo mal. Os questionamentos nos movem e nos fazem buscar a verdade. Faz muito bem quem vai atrás do que quer saber, se torna uma pessoa mais culta a cada dia! Foi muito verdadeiro o texto, muito bem feito. Bjs, ótima semana

Carolina Lima disse...

Maria Luiza,
muito interessante essa blogagem coletiva. Li algumas postagens coletivas sobre o questionamento e cada um com sua particularidade.

Vou me esforçar para participar do próximo.

Um grande abraço,
Carol
www.umblogsimples.com

Bel Rech disse...

Desde que nascemos, questionamos o porquê estamos por aqui e para onde vamos.Mas isso já ir além daquilo que devemos saber.Questionamos-nos á todo momento.Engraçado busco a palavra e na palavra e cada vez me questiona mais...será?será?
Acredito também que Deus nos dá as respostas que precisamos na medida certa...
Paz e bem

Regina F.Murbach disse...

Olá amiga, não estou participando dessas blogagem, eu perdi todos os postais que fiz deste do início por não perceber que havia mudado a forma, e fiquei chateada e dei um tempo. Gostei muito de sua postagem. Tudo o que disse só fez que vc torna-se essa pessoa maravilhosa que és. Alma pura, inteligente, compreensiva, amiga de todos que a procuram, e muito carinhosa. Gosto muito de Ti, viu! Bjs. Regina.

Luma Rosa disse...

Primeiro quero me desculpar no atraso em chegar aqui. Não consegui conciliar a vida familiar com a blogosfera no final de semana e ontem foi dia pesado de trabalho. Talvez eu tenha que questionar minhas participações em blogagens coletivas, não é mesmo? Pois além de visitar os blogues, as pessoas gostam de ver seus nomes linkadinhos quando elas mesmas não avisam que postaram. Desculpe o desabafo! Eu gostaria de passar o final de semana todinho no computador, mas com visitas em casa e filho doente, não deu!
Gostei do seu testemunho e falar de algo tão íntimo seu. A família muitas vezes nos poda o crescimento, não por mal! Acredito que sua mãe sem ter a figura do seu pai do lado, se sentiu muito responsabilizada por sua criação. A sede que temos pela vida, nos faz questionar e tendo a fé como fonte para saciar essa sede, tanto melhor!!
Obrigada por participar mais uma vez e por já ter confirmado a sua participação na nossa festa de encerramento!!
Boa semana!! Beijus,

Jose Torres disse...

Pensei que já nascíamos sem necessidade de questionamentos.
Mas... para podermos singrar e seguir em frente, temos que interrogar. Interrogar-mo-nos e interrogar o mundo que nos rodeia.
É isso que nos dá a vivência.
Obrigada pela visita e uma boa semana.
Fiquei "cliente desta casa" que mata a fome aos viandantes (rsrsrs).

Orvalho do Céu disse...

Olá,
"O tempo foi teu amigo
Mandava-lhe ventos favoráveis
Mandava-lhe o orvalho da manhã"...
(Simone Martins)

Amiga querida do meu coração, estou bem e feliz como vc sempre me deseja, viu???
Voltei hoje de uma Missão e já me aprontando pra próxima na outra semana... depois te conto, via e-mail, uma proposta (aceita por mim) do Senhor que me encantou e me enche de amor e serviço...
Sabe, agradeço o seu lindo comentário, aliás, os inúmeros que me tem deixado...
Aqui tem gente santa e abençoada!!!
Vai além de números... que nos quer bem e é isso que, verdadeiramente, conta...
O pouco com Deus é muito...
Os seus questionamentos com o seu Tony foram sendo respondidos ao passar dos anos e na vida eterna será tudo dissipado como uma nuvem que se desvanece...
Bjm de paz